Quando Mary Barra assumiu a posição de CEO da montadora americana General Motors (GM), ela identificou a necessidade de mudanças, e com isso, implantou uma transformação de ponta a ponta, para posicionar a GM no mercado competitivo e para o futuro.

Há muitas mudanças acontecendo na GM.

Em abril de 2017, o analista JD Powers disse que a empresa continuava liderando o crescimento das vendas no varejo.

Os veículos da GM recém-projetados, em breve serão adicionados a um portfólio de produtos que já é grande. A GM está preparada para continuar seus ganhos de vendas no varejo durante os próximos anos.

Contudo, a história de mudança na GM vai além dos novos produtos.

O GIS (Sistema de Informações Geográficas) terá um importante papel na transformação da GM.

Com uma nova plataforma de aplicativos, a análise espacial do GIS será usada estrategicamente na empresa.

Os Centros de Inovações da GM, comandadas pelo diretor Randy Mott, norteiam a estratégia interna de transformação de TI que ocorre na GM.

A mudança é direcionada para fornecer maior eficiência das informações, resultando em decisões mais rápidas e menor tempo de entrada no mercado.

Proporcionar melhor percepção e compreensão das necessidades e desejos dos clientes, tanto internos quanto externos, de maneira mais simples e rápida, é o foco da plataforma de aplicativos de TI da GM.

Os líderes de planejamento da rede de revendedores da GM, confiam nos mapas inteligentes do GIS, que utilizam seus dados, para entender melhor o desempenho das vendas em todos os locais da rede e fazer planejamentos de curto e longo prazo.

O objetivo da equipe de TI é expandir essa mesma capacidade analíticapara outras áreas de negócio da empresa.


“O problema com o Big Data é como usá-lo. Na sua forma bruta, é esmagador. Os dados não são a resposta, o que importa é a informação filtrada dos dados. Por meio do GIS podemos trabalhar com os dados em um nível em que é possível analisá-los através de mapas e aplicar as análises precisas para entender as relações espaciais que causam os problemas reais. Ter a capacidade de realizar análises espaciais ajudará toda a GM, incluindo nossos revendedores.”

– explicou Bruce Wong, Gerente GIS de Análises Avançadas da Rede da GM.